segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Blog Innovare: de obrigação à satisfação

Queridos leitores,

Gostaríamos de dizer que, contrariando nossas próprias expectativas, o blog Innovare se tornou uma atividade gratificante para os integrantes deste grupo. Passamos a gostar de publicar posts aqui e, principalmente, de ver o reconhecimento de vocês. Reconhecimento que pôde ser notado através dos comentários aqui no blog e das “indicações” que recebemos em outros sites, como a indicação de endereço interessante sobre o assunto Relações Públicas pelo OQRP (http://hiperimagem.org/oqrp/2009/11/indicacao-blog-innovare) e duas vezes entre as melhores postagens de Relações Públicas da semana de pelo Horizonte RP (http://horizonterp.ning.com/profiles/blogs/melhores-posts-de-rp-da-semana-10 e http://horizonterp.ning.com/profiles/blogs/melhores-posts-de-rp-da-semana-11).

Agradecemos por terem nos seguido até a presente data e por terem contribuído com seus comentários, o que foi muito importante para nós pois permitiu-nos cada vez mais melhorar nossos posts.

Comunicamos que a partir de hoje não postaremos mais no blog como forma de avaliação acadêmica para a disciplina de Comunicação Organizacional. Porém, como adquirimos gosto por estar sempre atualizando e tendo a oportunidade de trazer a vocês assuntos interessantes, levaremos o Innovare a Comunicação adiante. Não postaremos mais diariamente e ainda não definimos a periodicidade com que isso será feito, mas garantimos que haverá uma freqüência pré-determinada para que vocês possam continuar nos acompanhando como fizeram até hoje. Assim que definirmos como acontecerá, postaremos para informá-los.

Mudaremos também um pouco o foco do blog: não será mais exclusivamente sobre comunicação organizacional mas sim sobre assuntos referentes a comunicação em geral.

Dadas as informações, gostaríamos de agradecer, além de vocês leitores, à professora Cláudia Nociolini Rebechi, docente responsável pela disciplina de Comunicação Organizacional do III semestre do curso de Relações Públicas da Universidade Metodista de São Paulo, que foi nossa orientadora na criação e manutenção deste blog e das postagens.

Contamos com vocês para continuarem nos acompanhado e nos ajudando a deixar o Innovare cada vez melhor. Muito obrigado!
Grupo Innovare

domingo, 6 de dezembro de 2009

Esfera da comunicação excelente

A esfera da comunicação excelente é composta por três camadas que determinam como deve ser o trabalho de um Relações Públicas.

A primeira camada é o núcleo de conhecimento que estabelece que o departamento de comunicação deve ser formado apenas por comunicadores.

A segunda camada é a expectativa compartilhada que segundo a teoria de Gruning diz que devemos, explicar, divulgar nosso trabalho para os demais setores para que eles possam “compartilhar nossas expectativas”.

A terceira camada é a cultura participativa que fala que o trabalho deve ser em equipe com um sistema aberto que possibilite a criatividade dos funcionários, enfim que não seja centralizada
.


Por Marcela Amorim


Fonte: Relações Públicas:teoria, contexto e relacionamentos - GRUNING,FERRARI E FÁBIO FRANÇA.

sábado, 5 de dezembro de 2009

O uso da mídia espontânea para reposicionar uma marca: Case TOTVS

Com 26 anos de atuação no mercado, a TOTVS é a empresa de software, inovação, relacionamento e suporte à gestão com maior share do mercado atuando em 11 segmentos. Possui nove mil participantes de seu capital aberto e estão presentes em 23 países. É a primeira empresa deste tipo sediada na America Latina.

O trabalho da TOTVS é atuar como um Operador Administrativo, auxiliando seus clientes em todo o processo de gestão e permitindo que eles se concentrem em seus negócios.

Em 2008, a TOTVS adquiriu a Datasul - que era até então, sua maior concorrente no Brasil.

Para que pudesse consolidar sua liderança no Brasil e mostrar que possuía total integração entre suas 21 empresas que atuam nas áreas de software, tecnologia, consultoria e serviços de valor agregado, a empresa lançou uma ação de assessoria de imprensa.

Foi desenvolvido um Plano Estratégico de Comunicação (PEC) que definisse os objetivos estratégicos de PR da companhia e as estratégias para alcançá-los. As equipes de Marketing e de Comunicação da companhia mapearam os temas mais estratégicos para o período, assim como as mídias e jornalistas com quem os porta-vozes deveriam se relacionar para posicionar a TOTVS na mídia.

Os resultados surgiram em 10 meses de trabalho quando todos os indicadores de PR da TOTVS melhoraram em relação ao ano anterior: quantidade de entrevistas, matérias e publicações em mídias A e B. A companhia superou a concorrência ao marcar presença, com matérias dedicadas e positivas, nas principais mídias de negócios (Exame, Istoé Dinheiro, Época Negócios, Carta Capital, Valor Econômico), TI e segmentadas, além de rádio e TV, com pautas diversificadas - empreendedorismo, responsabilidade social, inovação, governança corporativa, conceito de operador administrativo e tecnologia. Hoje, a mídia já entende melhor o conceito de Operador Administrativo e começa a perceber a assertiva integração das empresas adquiridas.


Por Vinicius Ponsano


Responsáveis pela conta: Christiane Hato, Clarissa Araújo e Regina Sanches



video

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

A construção de uma boa imagem

Sabemos que hoje, construir uma imagem positiva é fundamental, tanto para a organização, quanto para seus funcionários. A todo o momento, nossa postura, ações e atitudes estão sendo julgadas por pessoas e não seria diferente pensando desta mesma forma para uma empresa.

Organizações que ostentam boas imagens tendem a passar mais confiança para seus clientes através de informações institucionais, comunicados, peças e indiretamente, mais credibilidades em seus produtos e serviços.

Algumas empresas utilizam de assuntos como responsabilidade social para associar estes temas (sustentabilidade, direitos humanos, desenvolvimento sustentável, etc) a organização, construindo assim, uma imagem positiva. Sabemos que, esta postura não é a mais correta, mas, em busca de alcançar este positivismo de seu retrato organizacional, organizações utilizam todas as armas possíveis, nem sempre corretas, para isto.

Não tendo esta imagem ao seu favor, empresas acabam perdendo credibilidade, conseqüentemente, perdendo públicos e minimizando diretamente seus lucros. Por conta disto, organizações buscam a assessoria dos relações públicas para cuidar de sua imagem. Estes realizam planejamentos estratégicos para que esta se reverta de forma positiva. Um exemplo mostrado recentemente nas telas de cinema é o filme Hancock, estrelado por Will Smith. Neste, um relações públicas, Ray Embrey, resolve cuidar da imagem defasada de um super-herói, realizando ações estratégicas para que esta fosse alterada, de forma positiva, da melhor maneira possível. No final do filme, o profissional de comunicação consegue concretizar seu planejamento, fazendo com que, Hancock fosse visto como um bom super-herói, ganhando credibilidade e respeito dos cidadãos de Nova Iorque.

Por Vinícius Miraglia

Fonte: http://www.cinepop.com.br/filmes/hancock.htm

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

A conquista das Olimpíadas pelo Rio de Janeiro

Os Jogos Olimpicos de 2016 como já se sabem será realizado no Brasil na “Cidade Maravilhosa”.

O Rio de Janeiro conseguiu os votos necessários pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), para sediar a tão esperada Olimpíadas. Esse acontecimento foi uma das maiores conquistas já conhecida feita por um trabalho de Relações Públicas.

Além da enorme capacidade de elaborar um projeto visando surpreender os representantes do Comitê, foi feito um dossiê a fim de expor mais na imprensa a candidatura do Rio de Janeiro, pois assim conseguiríamos maior dispersão da informação.

O sucesso da campanha deve-se basicamente a alguns tópicos abordados pela área de comunicação e relações públicas. Eles consistiam em reforçar o amor do brasileiro pelo esporte, dizendo “Viva a sua paixão”, além de discutir a capacidade que o Brasil tem de organizar a Copa do Mundo e as Olimpíadas em um intervalo de tempo muito curto, 2 anos, não dando espaço para especulações e comentários negativos. E por ultimo, foi a explicação da jornada do Rio de Janeiro, por um vídeo que fazia a abertura da palestra, que emocionou muitas pessoas.

Essa conquista coroou o Brasil com chave de ouro, no que diz respeito aos dois maiores eventos esportivo do planeta – os Jogos Olímpicos e a Copa de 2014. Tudo isso foi fruto de um intenso e bem-sucedido trabalho de relações públicas que souberam conquistar os votos do Comitê, trazendo uma maior visibilidade para o Brasil.

Por Fernanda Damasceno

Fonte: http://www.revistafatorbrasil.com.br/ver_noticia.php?not=96922

http://www.abordorp.blogspot.com/

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

E-business


O termo e-business tem por registro desde 1995 sob o nome de uma revista-online, porém foi popularizado pela IBM em 1997, no qual o termo foi associado a novas oportunidades virtuais, novos negócios altamente conectados, relacionado a tudo o que for novos negócios online. A essência do termo e-business se define como um sistema de informações auxiliando processos negociais que podem ser B2C e B2B até CRM , SCM (Supply Chain Management) e gerenciadores de conteúdo.

O e-business compreende a parte de compras e vendas, e é essencial para empresas que buscam alcançar novos patamares, organizações q buscam alcançar novos negócios e mercados.

As duas grandes áreas do e-business são o e-commerce e o e-service. O e-commerce é por definição vendas realizadas pela internet, sendo estas entre uma empresa e outra por meio do processo B2B, ou entre uma empresa e um cliente pelo processo B2C. Já o e-service se trata de prestação de serviços na web. Ex.: home banking, agências de informação online, sites de busca, etc.

As principais vantagens desse sistema são a integração de sistemas conectados que facilita a troca de informações, agilidade com o acesso as informações em tempo real, o que facilita a tomada de decisões sobre seu negócio estreitando o relacionamento da organização com seus clientes e fornecedores, e a transparência nas etapas envolvidas para o nível gerencial.

Programar uma solução por e-business significa grandes benefícios dentro de uma organização, pois permite a integração, a troca de informações entre todas as áreas desta empresa de forma ágil, no qual a informação é a base de decisões, facilitando e agilizando assim decisões nos níveis gerenciais.


Por Natalia Pastorelli
Fonte: http://www.brasilescola.com/informatica/ebusiness.htm

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

VIIERP: Comunicação Digital e Relações Públicas



Ontem, dia 30/11, ocorreu o Sétimo Encontro de Relações Públicas da Faculdade de São Paulo.
O evento vem sendo realizado há seis anos, e em cada edição, são abordados novos temas e propostas.
Este ano, o tema era “Comunicação Digital e Relações Públicas” e teve como proposta estudar como a comunicação digital permeia as atividades do profissional de relações públicas e como eles podem explorá-la de maneira positiva no seu dia-dia.
O congresso ainda contou com a participação de palestrantes que são profissionais conhecidos da área de comunicação como, Vinicius Romano, jornalista e atual apresentador do programa Trajetória da TV USP; Jeff Paiva, jornalista e publicitário; E a especialista em Gestão Estratégica de Comunicação Organizacional e Relações Públicas, atualmente diretora de Mídias Socias da Agência Ideal e docente dos cursos de RP e PP da FECAP.
Por Luiza Palmeira